Sabia que ...

Sabia que ...

365 GTB/4 #15667 da Charles Pozzi (24 Horas de Le Mans de 1972)


Jean Claude Andruet e Claude Ballot-Léna foram os 6ºs mais rápidos de entre os nove "Daytona" presentes nos treinos de qualificação.
No final da corrida conseguiram ser 5ºs da geral e 1ºs da categoria GTS (Gr4).
Uma das particularidades dos "Daytona" da Ch. Pozzi presentes em LM tinha a ver com as pastilhas de travões utilizadas. Enquanto que os restantes 365 GTB/4 presentes usavam as pastilhas mais duras que eram substituídas de três em três turnos de condução, as usadas pela Pozzi eram mais moles, que tinham que ser trocadas de duas em duas paragens nas boxes mas que a equipa francesa trocava com grande rapidez. Ainda antes da clássica francesa, e na Rua L' Abbé Rousselot nº10 em Paris, os mecânicos da Charles Pozzi, efectuaram várias sessões de treino para ensaiar a troca de pastilhas. O "Daytona" estava parado no andar superior da garagem, descia por uma rampa para a cave, onde sete mecânicos estavam preparados para o receber. Dois dele levantavam o Ferrari, e outros tiravam os pneus e procediam à troca das pastilhas, enquanto os restantes treinavam outras operações de manutenção.


Manuel Taboada

FERRARI EM PORTUGAL Blogspot

Facebook