A história de uma lenda

Mensagem

ImgSample

Estas 24 Horas ficaram para a história por vários motivos.
Foram construídas mais 2 lugares de box para receber os 62 concurrentes, sendo que só 61 alinharam à partida.
Foi apresentado o novo regulamento para a classe raínha para a época de 2020-2021.
Estavam à partida 4 «Art-Cars», 2 Rebellion, um Ferrari e um Porsche.

Nova vitória para a Toyota em mais um golpe de teatro, desta vez para "o carro errado".
O carro nº7 esteve imparável durante toda a semana não cometendo nenhum erro quando a cerca de uma hora do fim perde a liderança depois de um erro das boxes. Foi trocado unicamente um pneu furado (dianteiro direito) e segundos após sair as boxes é indicado ao piloto novo furo, desta vez no pneu traseiro direito, o que fez que tivesse que efectuar uma volta em ritmo lento e visse assim consumida a vantagem de mais de 2 minutos para o segundo Toyota, o número 8 venceu assim a prova e o campeonato do mundo. Para ser campeão bastaria ficar nos 7 primeiros lugares.
Os Rebellion estiveram muito rápidos, mas uma série de azares e acidentes relegaram o melhor para o 4º lugar, sendo o BR Engineering o contemplado com o terceiro lugar da geral.

Na classe LMP2 a luta foi constante e a Alpine acabou por vencer a prova e o campeonato, os restantes lugares do pódium foram entregues aos Oreca 07 da Jackie Chan DC e da TDS Racing.

Nos LMGTE Pro a batalha foi renhida, nada mais que 6 marcas inscritas a nível oficial.
A Ferrari comemorava os 70 anos da primeira vitória da marca (1949) com uma decoração alusiva à vitória, a Aston Martin fazia o mesmo ao comemorar os 60 anos da única vitória em 1959, a Ford apresentava a equipa com a decoração dos protagonistas da edição de 1966. A BMW terminava aqui a aventura do WEC com um carro deveras penalizado pelo BoP restando-lhes a função de levar os carros até ao fim e a Chevrolet terminava a aventura do C7.R.
A vitória foi comemorada pela Ferrari seguida pela Porsche nos 2 lugares mais baixos do pódium.

Nos LMGTE Am a vitória obtida pelo Ford GT com o nº85 que acabou por ser desclassificado (bem como o Ford nº68 oficial com o depósito de combustível não regulamentar), foi entregue ao Porsche «Art-car». O segundo lugar foi do outro «Art-Car», o Ferrari da JMW e o terceiro para o Ferrari da WeatherTech.

Em Destaque...

ImgSample

24 Horas de Le Mans 2019
Todos os destaques da corrida

Facebook