Declarações

Declarações

 2016  2018 

Andreas Seidl
Tivemos um dia de testes misto. Concentramo-nos no ‘set-up’ de corrida e evitamos fazer simulações de qualificação. A velocidade dos Toyota foi impressionante, não conseguimos acompanhar isso. Vamos analisar a telemetria e tirar as nossas conclusões para melhorarmos a performance dos nossos carros.
AutoSport (Portugal)

Tom Milner
Estávamos tão atrás em termos de velocidade que definitivamente percebemos que havia algo de errado com o carro. Por isso mudamos o motor para validar o que estava errado e a resposta foi um ‘sim. Não queríamos vir para o fim de semana da corrida com dúvidas nesse aspecto.
Quando coisas que não são tão óbvias, como pressão de óleo, isso é um sinal de que algo se passa. Foi um desafio para os engenheiros olhar para a telemetria e depois um exercício para os mecânicos.
AutoSport (Portugal)

Andreas Seidl
Vimos nos testes que a Toyota era impressionante e rápida, por isso vamos ver como corre esta semana. Certamente que tiraremos as nossas conclusões do dia de testes e também conseguimos melhorias da nossa parte para a semana da corrida. Mas vamos ver como corre.
Como que vimos dos testes, penso que não estamos em posição de lutar pela ‘pole-position’. Para nós será um desafio em termos de andamento, por isso temos de nos focar na nossa força operacional e na estratégia. Penso que temos um bom carro, consiste, com todos os testes que fizemos. Temos muita experiência com este conjunto, mas não podemos focar-nos só nisso.
Sabe-se que vão estar altas temperaturas, por isso vamos ver como as condições favorecem qual dos construtores. Há ainda muitos fatores desconhecidos com que vamos ter de lidar durante a semana da corrida.

Anthony Davidson
Para mim não tem apenas a ver com o carro, É necessário abster-nos das emoções em tudo isto, mas é difícil, Estou mais preparado para o fracasso do que para o sucesso, mas talvez seja eu a ser pessimista.
No ano passado apenas pensei no pódio a 10 minutos do fim… Foi como que uma premonição.

Rubens Barrichello
Fui convidado este ano e gosto da ideia, e a maneira como o Jan Lammers o fez foi muito boa. Temos testado muitas coisas para sermos mais competitivos. Tenho estado em conversações com a Dallara para tentar melhorar. O meu objetivo é ser o mais competitivo possível. Veremos como corre, estou certo que todos vamos dar o nosso melhor. Todos os que vão às 24 Horas de Daytona sonham em fazer Le Mans. Adorei fazer Daytona, mas Le Mans… é Le Mans.

Pierre Fillon
Com o Chase Carey chegou o tempo de trabalhar em conjunto no calendário do desporto motorizado de forma a que os adeptos possam ver a F1 e a WEC.

David Richards
Foi realmente extraordinário do princípio ao fim. Não conseguiríamos escrever um argumento melhor pois não? Grandes batalhas, sempre com os americanos da Corvette, gente maravilhosa, bastante leal e sempre com grande respeito para com as outras equipas. É um resultado muito satisfatório no final. Nem podem imaginar o número de pessoas e de horas de trabalho para chegarmos a isto. Foi um extraordinário trabalho de equipa e estou muito orgulhoso de todos. Os pilotos derramaram o champanhe mas há muita gente na fábrica, em Bambury, que tornou isto possível e merece reconhecimento por isso.

Brendon Hartley
Quando a nossa paragem aconteceu pensamos que era o final da nossa hipótese de lutar pela vitória e até pelo pódio. Devemos esta vitória aos nossos mecânicos. Foi incrível, demos o nosso máximo, era este o nosso objetivo. Estou feliz por ganhar isto ao lado do Earl, que corro com ele desde os sete anos. Este é um momento que vou recordar para sempre.

Filipe Albuquerque
Não estávamos à espera deste resultado depois de todas as condicionantes que sabíamos ter à partida. A falta de andamento para os nossos mais directos adversários era notória mas nunca perdemos o foco nem a ambição e fomos fazendo o nosso trabalho sem erros e sobretudo, podendo contar com a eximia fiabilidade do Ligier que nos permitiu fazer uma corrida limpa. Sempre que estive ao volante procurei rodar o mais rápido possível e chegar mais além. Não esperávamos que acabasse tão bem. A prova é muito dura e ainda mais dura para aqueles que a enfrentam pela primeira vez. Sempre que iam para a pista transmitia-lhes confiança e eles estiveram sempre muito bem: determinados e focados. E isso foi a chave para o sucesso. Este quinto lugar, dadas as circunstâncias, tem um sabor a vitória para todos na United Autosports. Não ganhámos mas é como se o tivéssemos feito. Estamos todos de parabéns.

Facebook